GRUPO CORAL DE LAGOS

Tendo como principal objetivo a difusão da música coral, fomentando nas populações locais o gosto pela expressão musical, este grupo, que é uma secção da Associação a que dá o nome (Associação do Grupo Coral de Lagos), nasceu em 1976 sob a orientação do Maestro José Maria Pedrosa.
Teve a sua estreia oficial a 10 de Junho de 1977, data que coincide com a I edição do Festival de Coros do Algarve, evento que ininterruptamente tem vindo a organizar e que é uma realização anual que ocupa um lugar de grande destaque entre as manifestações culturais da província e tem trazido até nós alguns dos mais conceituados agrupamentos corais nacionais e estrangeiros.
Pelo trabalho desenvolvido em prol da cultura da nossa região, em Outubro de 2001, foi distinguido pela Câmara Municipal de Lagos com a Medalha de Mérito Municipal – Grau Ouro
Tem contado sempre com a direção e o apoio de grandes nomes da música coral; assim, depois do Maestro José Maria Pedrosa, por ordem cronológica, dirigiram o Coro: Maestro Renato Espada, Maestro Luís Pedro Faro e Maestrina Maria João Veloso, Maestro Jorge Alves, Maestro Paulo Lourenço. Maestro José Carlos Bago d’Uva, Maestro Gonçalo Lourenço, Maestrina Filipa Palhares, Maestro Sérgio Peixoto e Maestrina Vera Batista.
Das muitas atuações do Grupo, no país e no estrangeiro, destacam-se:
Gravações na Rádio Difusão Portuguesa, programa 2, que foram editadas.
Participação no intercâmbio cultural Europália, integrado na Europália/91, na Bélgica.
III Aniversário do Coro do Estreito de Câmara de Lobos - Madeira.
Receção ao Senhor Presidente da República e Sessão Solene que se lhe seguiu no dia 10 de Junho de 1996, dia de Portugal, comemorado em Lagos
Participação no VII Encuentro Internacional de Canto Coral - Soria (Espanha); e no XI Festival de Panxolinas - Baiona (Galiza - Espanha).
Mostra das coletividades culturais, do concelho de Lagos, na Assembleia da República – Junho de 2000.
Integra as comemorações do XXV Aniversário da Associação do Grupo Coral de Lagos, participando na Ópera Atanor e cantando, acompanhado por orquestra de cordas, na celebração dominical da paróquia de Santa Maria de Lagos, a Missa Brevis K.V. 49 de Mozart.
Participou no XV Encontro de Coros da Ilha Terceira - Açores. Em Itália, participou no 6º Festival Internacional de Coros de Alta Pusteria e no Festival Coral Internacional – I Castelli Incantati, de que se destaca a sua atuação no Teatro Quirino, em Roma. Em 2019, na Eslovénia, cantou em Ljubljana, na Catedral de São Nicolaua e no Slovenian Philharmonic Hall, e ainda em Postojna, na Postojna Cave, a convite da Associação We Are Singing
Cantou a Missa Alemã de Franz Schubert, acompanhado pela organista Sérgio Silva, o Magnificat de Eurico Carrapatoso, em concerto gravado ao vivo, o Requiem de John Rutter, as Encomendações das Almas de Lopes-Graça e, no aniversário dos 40 anos da AGCL, a Missa da Coroação KV 317 de W.A. Mozart. Além disso, acompanhou, em janeiro de 2015, em Lagos, o Ensemble Contemporaneus em O Menino de Sua Mãe, de Fernando Pessoa, que integra o ciclo de canções “Música em Tempos de Guerra" de Nuno Sequeira Rodrigues.

DISCOGRAFIA:
Integra o CD “Os Melhores Coros da Região – Algarve” - 1999
CD “Terra Morena” – Outubro de 2000
CD “Na Rota D’um Coro”, com música da Renascença – 2006
CD “Magnificat em Talha Dourada”, Eurico Carrapatoso, gravado ao vivo – 2006/2007