Estrutura

DIREÇÃO PEDAGÓGICA

Ana Marreiros
Francisco Serôdio

DOCENTES

Instrumentos:
ACORDEÃO: Lina Amores Silva
CANTO: Ana Margarida Marreiros | Michele Tomaz
CLARINETE: Márcia Estima
CRAVO: Jorge Félix
CONTRABAIXO: Bruno Martins | Ruben Rochate
FAGOTE: Emily McIntyre
FLAUTA TRANSVERSAL: Rute Gomes
GUITARRA: Ricardo Batista
OBOÉ: Cristina Pires
PIANO: Cristiana Silva | João Rosa | Máximo Bemquerer
PERCUSSÃO e BATERIA: Tiago Pires
SAXOFONE: Marina Ferreira
TROMBONE E TUBA: Francisco Serôdio
TROMPETE: Roberto Costa
TROMPA: Daniela Serafim
VIOLINO: André Fresco
VIOLONCELO: Bruna Melia | Catarina Putzger

Classes de conjunto coral e instrumental:
Ricardo Batista
Tiago Pires
Vera Batista
Tiago Santos
Joana Pires

Teóricas/ Projetos Artísticos:
Maria Helena Rita
Mariana Nogueira
Paulo Segurado
Pedro Louzeiro
Timo Dillner

Serviços Administrativos:
Sílvia Borba
Sónia Pascoal
João Gil Costa

REPRESENTANTE DOS ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO

Por meio dos seus representantes, os Encarregados de Educação colaboram na organização e funcionamento do CMAL, através da sua participação nas reuniões do Conselho Pedagógico Geral.

Os Encarregados de Educação elegem anualmente, em data a marcar pela Direção Pedagógica, o representante dos Encarregados de Educação do Pré-escolar, Iniciação e Básico e o Representante dos Encarregados de Educação do Secundário.

A partir dessa reunião, cabe a cada um dos representantes:

Pronunciar-se sobre todos os assuntos que os diferentes órgãos do CMAL entendam submeter à sua consideração; refletir por sua própria iniciativa sobre os problemas do CMAL e sugerir para eles as soluções mais adequadas; apresentar, apreciar e aprovar propostas que visem melhorar a organização e o funcionamento do CMAL; apresentar propostas de atividades para o “Plano anual de Atividades do CMAL”.

REPRESENTANTE DOS ALUNOS DO CMAL

Por meio dos seus representantes, os alunos do Básico e Secundário, colaboram na organização e funcionamento do CMAL, através da sua participação nas reuniões do Conselho Pedagógico Geral.

Os Alunos elegem anualmente, nos termos e data definidos pela Direção Pedagógica, o representante dos Alunos do Básico e o Representante dos Alunos do Secundário.

A partir dessa reunião, cabe a cada um dos representantes:

Pronunciar-se sobre todos os assuntos que os diferentes órgãos do CMAL entendam submeter à sua consideração; refletir por sua própria iniciativa sobre os problemas do CMAL e sugerir para eles as soluções mais adequadas; apresentar, apreciar e aprovar propostas que visem melhorar a organização e o funcionamento do CMAL; apresentar propostas de atividades para o “Plano anual de Atividades do CMAL”.